quinta-feira, 13 de agosto de 2009

A velha

Ela olhou sua face no espelho do butiquin e pensou: "Estou velha".

Com sua saia vermelha, foi até o balcão, onde havia um garçon, desses que servem como desabafos.
Ela nada disse.
Ele entenderá o que Elza, esse era seu nome, o que Elza estava sentindo e lhe serviu um cunhaque.

-Que dor na alma. Exclamou a velha.

Olhava de seu banquinho giratório desses de buteco as pessoas felizes com seus parceiros. E ela simplismente passou as mãos nos seus cabelos, ajeitou-os, pegou sua bolsa, e cambaleante foi embora.


Tela: a velha.- O.S.P  de Jorge di paula http://jorgedipaula.arteblog.com.br/405833/A-VELHA-O-S-P/

Nenhum comentário: